Violência doméstica e familiar em Portugal: o homem como vítima

Violência doméstica. Eles ficam mais deprimidos, elas aguentam mais tempo, ambos sofrem

 

Homicídio seguido de suicídio: mais de metade dos casos

 

Há 14 homens por dia que se queixam de violência doméstica

 

 

 

Anúncios

ENFRENTANDO A VIOLÊNCIA CONTRA A MULHER: ORIENTAÇÕES PRÁTICAS PARA PROFISSIONAIS E VOLUNTÁRIOS(AS). CESeC. Bárbara Soares

Resumo: O manual oferece a profissionais e voluntários que prestam atendimento a mulheres em situação de violência um conjunto de textos para auxiliar esse trabalho cotidiano. Eles trazem alguns dados importantes; põem em xeque algumas das nossas idéias mais comuns; ajudam a identificar a violência e a detectar os sinais de alerta; reúnem sugestões para aumentar a segurança das mulheres – antes, durante e depois das crises -; propõem técnicas de escuta e oferecem dicas para o atendimento.

Violência doméstica e familiar contra a mulher em Portugal. Referências

Avaliação e Gestão de Risco em Rede. Manual para Profissionais

Manual Sarar

Ficha RVD – 1L Avaliação de risco para situações de violência doméstica

Ficha RVD- 2L Avaliação de risco para situações de violência doméstica

Violência contra a mulher: Índia

‘A Filha da Índia’: o Filme Sobre o Estupro Coletivo Que Chocou o Mundo Chega ao Brasil

Condenado à morte por estupro coletivo na Índia culpa mulher por crime

Índia estima em 21 milhões o número de meninas 'indesejadas' no país

Leia também:

India toma conciencia: las denuncias de crímenes contra menores se disparan un 500% en 10 años

x

 

Número de medidas protetivas cresce 58,94% na Capital

O número de medidas protetivas concedidas a vítimas de violência contra a mulher aumentou 58,94% na Capital, segundo dados do Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro (TJRJ), de janeiro a novembro de 2017 em relação ao mesmo período do ano passado. Este ano houve 1.672 deferimentos neste sentido na região, que ocupou o segundo lugar no ranking estadual, enquanto no mesmo período de 2016 houve 1.052 medidas concedidas.  Os números da Capital não incluem os bairros de Bangu, Barra da Tijuca, Campo Grande, Jacarepaguá, Leopoldina que têm fóruns regionais.

http://portaltj.tjrj.jus.br/web/guest/home/-/noticias/visualizar/54501

El renacimiento de Natalia Ponce de León. Resenha

Violência contra a mulher. Sobrevivência e seus desafios. Justiça e reparação.

A jornalista Martha Soto apresenta a luta de Natalia Ponce de León para sobreviver ao ataque com ácido que sofreu, quando tinha 33 anos.

Em março de 2014 um homem chegou à portaria do edifício onde vivia Natália e invocando o nome de um ex-namorado dela junto ao porteiro, acabou por convencê-la a descer.

Ao saudar o homem, Natália recebeu sobre o seu rosto, e por boa parte de seu corpo, 1 litro de ácido. Língua e traquéia também foram atingidos. Em um primeiro momento não se sabia quem teria sido o autor da ação violenta. Posteriormente, tendo havido essa identificação, verificou-se que não havia ligação efetiva entre o homem que desferiu o ataque e Natalia. Teria haviado no passado amigos comuns entre ambos, bem como problemas relativos aos cachorros de um de outro. Igualmente o homem uma vez chegou a ofendê-la publicamente. Esse homem era Jhonatan Vega Chávez.

A batalha de Natalia pela vida, o apoio recebido por familiares, amigos, médicos e desconhecidos, da Colômbia e do exterior, os procedimentos médicos, policiais e judiciais para cuidar de Natalia, identificar o culpado, capturá-lo e julgá-lo; os limites, as fraquezas e as excelências dos diferentes serviços voltados à vítima, tudo isso é descrito, acompanhado com fragmentos de entrevistas com Natália e com os demais envolvidos.

Dados sobre os ataques com ácido também são apresentados, tanto no plano internacional como no nacional. Sabe-se que Paquistão, Bangladesh e Colômbia apresentam números muito altos desse tipo de ataque, tendo o último país destaque especificamente quanto ao seu uso contra mulheres.

O livro não tem o intuito de realizar uma abordagem analítica do caso, mas o de apresentar as vozes de diferentes atores envolvidos na vida e na recuperação de Natália, bem como na busca de justiça pelo ocorrido. A criação de uma ONG voltada a essas vítimas e as alterações legais que se seguiram são consequências da mobilização que Natália suscitou.

A leitura deixa conhecer um pouco das inacreditáveis dificuldades enfrentadas por Natalia a fim de manter-se viva e do que se colocava a ela como possibilidades dali em diante.

Soto, M. (2015). El renacimiento de Natalia Ponce de León. Bogotá: Intermedio.

Publicado originalmente em Cartas do Litoral

A condenação de Larry Nassar e os ‘victim impact statements’

Larry Nassar foi médico da seleção de ginástica dos EUA e também da Universidade de Michigan. No dia 24/1/17 ele foi sentenciado a 175 anos de prisão por conta de uma série de acusações de violência sexual contra atletas, muitas delas menores de idade.

Ao longo das audiências foram quase 160 testemunhos, os quais assumiram a forma de ‘victim impact statements’.

Nos links estão disponíveis reportagens sobre o julgamento de Larry Nassar, bem como uma explicação sobre os ‘victim impact statements’

Larry Nassar Sentenced To Up To 175 Years In Prison By Michigan Judge

Sete dias e 158 testemunhos, a decisão: Larry Nassar condenado a 175 anos de prisão

Larry Nassar é condenado a até 175 anos de prisão por abusos sexuais

Victim Impact Statements: o que é isso?

How Aly Raisman’s Leadership Reformed Women’s Gymnastics—and Heralded Larry Nassar’s Downfall
Michigan State University Reaches $500 Million Settlement With Nassar Abuse Victims

[Atualizado em 18.05.18]