Três anos depois de decisão do CNJ sobre casamento gay, uniões aumentam 51%_CNJ

“Legal!”. Foi a reação de um menino de sete anos quando soube que o jornalista Gilberto Scofield, pai de seu colega, era casado com outro homem. A naturalidade da resposta evidencia não apenas uma mudança geracional, mas a conquista de um direito que ganhou respaldo há três anos com a aprovação, pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ), da Resolução 175, que impede os cartórios brasileiros de se recusarem a converter uniões estáveis homoafetivas em casamento civil. De lá para cá, as uniões civis entre pessoas do mesmo sexo aumentaram 51,7%, de acordo com a pesquisa “Estatísticas do Registro Civil 2015”, divulgada nesta quinta-feira (24/11) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Leia a matéria completa.

Un juez argentino autoriza la boda entre una mujer y su hijastra_El País

En 1983, un hombre y una mujer se casaron y tuvieron una hija. La esposa murió en 1999 y el esposo formó una nueva pareja con una joven. La relación duró hasta la muerte del hombre en 2010. La viuda y su hijastra, aquella niña nacida en 1983, apenas habían mantenido contacto cuando, de un día para el otro, se encontraron unidas por el dolor de una pérdida. Ambas mujeres, casi de la misma edad (32 y 33 años), se hicieron primero amigas y luego se enamoraron. Un juez acaba de autorizar ahora que se casen en una decisión sin precedentes en Argentina. Antes declaró inconstitucional un artículo del código civil argentino que prohíbe las uniones por “parentesco”, aunque sea indirecto, como en este caso.

Leia a matéria completa.

O casamento homoafetivo pelo mundo [Nexo]

Rio registra primeira união estável realizada entre três mulheres

Trio é o segundo no País que declara oficialmente a relação; elas querem ter um filho por inseminação artificial e fizeram testamentos [Continua – Estadão]

Pernambucana conquista licença por filha gerada pela companheira

G1, 10/09/2015

Jornalista recebeu benefício integral, após acordo com TRT e empresa.
Em decisão inédita no estado, ela foi considerada mãe legítima pela justiça.

5 fatos sobre gênero e direito ao casamento nos EUA

O Pew Research Center publicou recentemente um resumo dos principais pontos que nos mostram o cenário atual nos EUA acerca do casamento entre homossexuais.

Esse resumo foi publicado a propósito da análise que está sendo feita pela Suprema Corte americana, que em abril ouviu argumentos orais pró e contra o reconhecimento desse direito.

A questão central que está sendo avaliada é se a Constituição garante ou não a casais gays e lésbicas os mesmos direitos que aqueles garantidos a casais heterossexuais.

O caso provavelmente será decidido em junho deste ano.

Neste Blog nós publicamos uma nota em 2013 quando esse movimento da Suprema Corte teve início.

Leia a pequena matéria do Pew Research Center sobre o tema:

5 facts about same-sex marriage

Leia também o que já foi publicado aqui sobre este tema e o artigo da revista Foreign Affairs que em seu sítio eletrônico faz um breve resumo da discussão e apresenta bibliografia comentada sobre o assunto:

What to Read on Marriage Equality