As diversas faces da violência. PUC-Rio. Curso de Extensão

Deparamo-nos com o tema violência todos os dias, direta ou indiretamente. Notícias, estatísticas, análises acadêmicas, experiências pessoais demandam que nos posicionemos sobre o que seja violência e quanto ao modo de lidar com ela. No entanto, haveria um elemento comum a unir essas diferentes situações que nos acossam diuturnamente? De que modo as experiências de violência incidem sobre a constituição subjetiva? Existiria uma definição capaz de abarcar esse conjunto de experiências com as quais lidamos todos os dias? O curso de extensão que propomos tem por objetivo partir dessas questões, mostrando seus limites, analisando temas e fragmentos de casos que não apenas se fazem atuais para todos, mas que, em particular, compõem o cotidiano da interface entre psicologia e sistema judicial.

Objetivo:

Apresentar o tema da violência, as dificuldades e as implicações de sua/s definição/ões. Analisar as representações da violência na sociedade, no sistema judicial, seus efeitos na constituição subjetiva e suas expressões nas formas de testemunhos e estudos psicossociais. Avaliar as consequências das demandas de produção de prova, garantia de direitos e de reparação motivadas por situações de violência, em particular quando dirigidas ao saber psi a partir da ordem judicial. Discutir e formular estratégias de ação na interface entre psicologia e justiça e as condições de atuação no sistema judicial.

Programa:

  1. Psicanálise: violência e trauma;
  2. Violência, vulnerabilidade e luto;
  3. Direito, ética e construção da subjetividade;
  4. As dificuldades no atendimento de crianças e adolescentes vítimas de violência: fragmentos de casos;
  5. O testemunho judicial de crianças I: Memória, violência e vitimização;
  6. O testemunho judicial de crianças II: Memória, violência e experiências internacionais;
  7. Desigualdades, Desrespeito e Discriminação;
  8. A violência institucional e a destituição do poder familiar.

O curso será ministrado por professores da Especialização em Psicologia Jurídica e do Direito da PUC-Rio.

Informações: http://bit.ly/2cuN82x

Facebook: http://bit.ly/2iwUzLj

Scribd: http://bit.ly/2iwSMpm

 

As diversas faces da violência. PUC-Rio. Curso de Extensão. 2016

As diversas faces da violência
As diversas faces da violência

Para informações adicionais, clique aqui.

PUC-Rio: Cursos de Extensão – Psicologia Jurídica

Este semestre dois cursos de extensão relacionados ao campo da Psicologia Jurídica terão início na PUC-Rio.

O primeiro tem por alvo as questões relativas à adoção e à guarda de crianças e adolescentes. O segundo, trata das práticas psicológicas nas varas de família e de violência de gênero.

Ambos os cursos são coordenados pela professora Lidia Levy.

 

 

Uerj – Atualização em Psicologia Jurídica 2015 – Informações

O curso de atualização em psicologia jurídica da Uerj, voltado para qualquer profissional portador de diploma universitário, iniciou as inscrições para sua turma de 2015. Veja as informações aqui ou neste link: psijur_atual_sel_2015x

 

Uerj – Especialização em Psicologia Jurídica 2015 – Informações

O curso de especialização em psicologia jurídica da Uerj, o mais antigo desse campo, iniciou as inscrições para sua turma de 2015. Veja informações aqui ou neste link: psijur_espec_sel_2015x

I Congresso psicossocial jurídico do TJDFT – 2000: comentários

Relatório sobre os principais temas abordados e discussões realizadas ao longo do congresso. Destaque  para as considerações da juíza francesa Marie Lacroix acerca da relação entre o direito e os demais saberes no campo da prestação jurisdicional:

http://pt.scribd.com/doc/150710536/I-Congresso-psicossocial-juri%CC%81dico-do-TJDFT

CONGRESO INTERNACIONAL DE PSICOLOGIA JURIDICA Y FORENSE: LA PSICOLOGIA JURIDICA Y LOS DERECHOS HUMANOS

14, 15 Y 16  noviembre 2013

Lugar: Santa Cruz de la Sierra Bolivia

“Hablar de  la  Psicología Jurídica  y Forense  en Latinoamérica es  referirnos al presente, donde se han ido integrando diferentes formas de acción de trabajo de la psicología y el derecho lo que ha dado un posicionamiento en la región que permite     su  reconocimiento  como  parte  de  la  ciencia  psicológica  que  se fundamenta en el estudio, evaluación, explicación, promoción, prevención, asesoramiento y/o tratamiento de aquellos fenómenos psicológicos, conductuales y relacionales que inciden en el comportamiento legal de las personas, mediante la utilización de métodos propios de la Psicología Científica y cubriendo diversos ámbitos y niveles de estudio e intervención”.

Leia mais aqui: http://psicologiajuridica.org/archives/4048