Argentina: registro civil de filho de casal de lésbicas e pai biológico

Em abril deste ano o El País publicou a matéria ‘É argentino o primeiro bebê com três pais da América Latina‘. A notícia por si mesma é muito interessante e nos leva a diversas reflexões.

Todavia, a valer o conteúdo que já foi reunido neste blog, a matéria contém uma imprecisão: no Brasil teria havido mais de um caso desse tipo.

Veja o que já publicamos aqui sobre pluriparentalidade:

Pluriparentalidade: TJRS autoriza registro de nascimento com duas mães, um pai, e seis avós

Ação declaratória de maternidade, pluriparentalidade e o lugar da adoção: comentário

Rumo ao reconhecimento da pluriparentalidade?

Adoção por cônjuge sem exclusão do nome da mãe natural [Jornal Hoje]