Espetáculo, imprensa e justiça

Rubens Casara e Nilo Batista apontam para os riscos de uma justiça criminal na qual o afã de condenar sobrepõe-se à garantia de direitos do acusado.
Que a certeza da culpa seja expressa antes do julgamento e que o Código Penal seja entendido como resposta para todos os nossos males, encontra na mídia terreno fértil, mas que talvez não sirva para nada além do que nos manter longe da justiça que poderíamos almejar:

Processo espetáculo é uma forma de corrupção

Imprensa e Justiça

Veja também:

Escola Base: 20 anos depois

O Affaire d’Outreau: de que valem as perícias psicológicas?