o trabalho no point de rencontre (em francês)

O trabalho no Espaço de Encontro (Espace Rencontre) situa-se na articulação de duas dimensões: o ER visa ajudar a criança a construir ou reconstruir sua identidade em lhe permitindo o acesso a todos os que, para seu denvolvimento psíquico, um pape…

Anúncios

O trabalho no Espaço de Encontro (Espace Rencontre) situa-se na articulação de duas dimensões: o ER visa ajudar a criança a construir ou reconstruir sua identidade em lhe permitindo o acesso a todos os que, para seu denvolvimento psíquico, um papel determinante. Uma dimensão simbólica, pois se trata – além do apelo da norma jurídica – que a criança possa se situar em sua filiação. Para ler mais esse artigo excelente sobre a experiência do Espace de Rencontre em Paris (versão em francês), de Caroline Kruse, clique aqui http://bit.ly/9xVQu7

Eduardo P. Brandão

A Human Rights Approach to Sept. 11

Outro artigo selecionado da professora Kathyrin Sikkink, já apresentada neste blog. Trata-se agora de artigo no qual ela esclarece de que forma as questões levantadas pelo ataque de 11 setembro nos EUA podem e devem ser abordadas sob a perspecti…

Outro artigo selecionado da professora Kathyrin Sikkink, já apresentada neste blog. Trata-se agora de artigo no qual ela esclarece de que forma as questões levantadas pelo ataque de 11 setembro nos EUA podem e devem ser abordadas sob a perspectiva dos direitos humanos. Aqui, ela procura mostrar que tal abordagem não pode se furtar à reflexão e à ação relacionadas à responsabilização pelo/s ato/s que levaram à morte dos indivíduos, não negligenciando, portanto, o lugar das vítimas nesse contexto: “A human rights approach always begins with, and has as its essence a concern with individual victims of rights abuses“. Partindo do caso ’11 setembro’ a autora procura mostrar a importância dos direitos humanos na análise dos casos associados às práticas que acabam por ser definidas como terroristas, bem como a necessidade imperiosa de combater reações ditas de defesa que coloquem em xeque liberdades conquistadas no campo dos direitos civis: http://bit.ly/bE2o3O

Insegurança e Produção de subjetividade no Brasil contemporâneo

Insegurança e produção de subjetividade no Brasil contemporâneo Jefferson Cruz Reishoffer, Pedro Paulo Gastalho de Bicalho Resumo O presente artigo objetiva colocar em análise os modos de subjetivação produzidos no Brasil contemporâneo tomando com…


Insegurança e produção de subjetividade no Brasil contemporâneo

Jefferson Cruz Reishoffer, Pedro Paulo Gastalho de Bicalho

 

Resumo

 

O presente artigo objetiva colocar em análise os modos de subjetivação produzidos no Brasil contemporâneo tomando como vetor analítico a questão da insegurança. Utilizaremos o conceito de produção de subjetividade de Guattari e Rolnik, articulando o contexto da insegurança pública, dentro da ordem neoliberal, com as três funções da “subjetividade capitalística” propostas pelos autores: culpabilização, segregação e infantilização. A sensação de insegurança é fortalecida por processos de subjetivação que potencializam a incerteza como principal vetor do controle social e pela repressão a determinados grupos sociais entendidos como “classes perigosas” numa sociedade que busca consolidar o regime democrático.
Para acessar, clique http://bit.ly/9oOKP8

 

Direitos da infância em debate

A Associação Brasileira de Magistrados, Promotores e Defensores Públicos da Infância e da Juventude (ABMP) está com inscrições abertas para a 23 edição do Congresso da ABMP, que promove debates em torno dos direitos da criança e do ado…

A Associação Brasileira de Magistrados, Promotores e Defensores Públicos da Infância e da Juventude (ABMP) está com inscrições abertas para a 23ª edição do Congresso da ABMP, que promove debates em torno dos direitos da criança e do adolescente. O Congresso é realizado a cada dois anos e já se tornou referência na agenda de quem atua na área. Este ano, ocorrerá em Brasília, de 5 a 7 de maio, no Centro de Convenções Ulysses Guimarães. A inscrição pode ser feita até o dia seis de abril, pelo site www.abmp.org.br/congresso2010. Quem fizer até o dia 28 deste mês, no entanto, terá desconto de 40%: http://bit.ly/b3o8dp

Transitional Justice, Civil Society, and the Development of the Rule of Law in Post-Conflict Societies

Este artigo oferece uma visão geral acerca da contribuição de ONGs e da sociedade civil para a maximização dos resultados das práticas de justiça restaurativa. Eric Brahm parte de vários exemplos de casos estudados em todo o mundo, com particular …

 

Este artigo oferece uma visão geral acerca da contribuição de ONGs e da sociedade civil para a maximização dos resultados das práticas de justiça restaurativa. Eric Brahm parte de vários exemplos de casos estudados em todo o mundo, com particular destaque para os oriundos da América Latina e África do Sul. Ao mesmo tempo, o autor nos oferece definições e articula argumentos que permitem melhor compreensão sobre o que é a ‘justiça de transição’: http://bit.ly/cCJwL1

 

OS ESTUDOS INTERDISCIPLINARES E AS POLÍTICAS ACADÊMICAS

Texto de Adna Candido de Paula no qual ressalta a importância dos estudos interdisciplinares e os impasses na realização deles, bem como salienta as transformações necessárias nas políticas acadêmicas para que esses estudos possam efetivamente enc…

Texto de Adna Candido de Paula no qual ressalta a importância dos estudos interdisciplinares e os impasses na realização deles, bem como salienta as transformações necessárias nas políticas acadêmicas para que esses estudos possam efetivamente encontrar expressão. Trata-se de tema importante para nós, que buscamos aprimorar o campo de diálogo entre a Psicologia e a Justiça, ainda que a autora não esteja analisando esse campo específico:  http://bit.ly/bTplCc

Degase: liberdade religiosa ou evangelização?

A assistência religiosa oferecida aos adolescentes internos ou semi-internos do Novo Departamento Geral das Ações Socioeducativas (Degase) é majoritariamente evangélica: nas 22 unidades onde há assistência religiosa, há pelo menos uma igreja prote…

A assistência religiosa oferecida aos adolescentes internos ou semi-internos do Novo Departamento Geral das Ações Socioeducativas (Degase) é majoritariamente evangélica: nas 22 unidades onde há assistência religiosa, há pelo menos uma igreja protestante/evangélica (ou pentecostal) atuando, sendo que em 19 o serviço é prestado por representantes da Igreja Universal do Reino de Deus (Iurd). Pare ler a matéria completa: http://ow.ly/18R3L