Psicologia Jurídica em Portugal

O presente artigo traça os contornos gerais do desenvolvimento da psicologia forense em Portugal, primeiro enquanto ramo de um campo de saber mais vasto – o da Psicologia da Justiça ou Jurídica – e mais recentemente como disciplina autónoma que tem vindo a receber cada vez mais solicitações da parte das entidades judiciais. Neste sentido são apresentados dados da prática pericial forense da Unidade de Consulta de Psicologia da Justiça da Universidade do Minho, bem como resultados de investigações recentes que atestam a aceitação da prática da avaliação forense junto de magistrados judiciais. Face aos novos desafios e ao aumento de solicitações e reforçando a necessidade de uma postura ética que salvaguarde o desempenho profissional, o autor procede a algumas recomendações que devem nortear o trabalho do perito de psicologia forense.

Gonçalves, Rui Abrunhosa. (2010). Psicologia Forense em Portugal: Uma história de responsabilidades e desafios. Análise Psicológica28(1), 107-115. Recuperado em 03 de feveiro de 2018, de http://www.scielo.mec.pt/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0870-82312010000100008&lng=pt&tlng=en.

Anúncios

Psicologia Jurídica. PUC-Rio. Cursos. 2018

Psicologia Jurídica. Especialização. 360h.

 

Psicologia e Justiça nas Varas de Família. Extensão. 50h.

 

Psicologia e Justiça nas Varas da Infância, Juventude e do Idoso. 50h.

Depoimento de crianças no Reino Unido: a participação da polícia e dos intermediários.

CPS policy on prosecuting criminal cases involving children and young people as victims and witnesses
Safeguarding Children as Victims and Witnesses
Two-year-old girl gives evidence in UK abuse case
Intermediaries for Justice

Continue Lendo “Depoimento de crianças no Reino Unido: a participação da polícia e dos intermediários.”

Anuário Brasileiro de Segurança Pública 2017

Em 2016:

1 mulher assassinada a cada 2 horas;

7 pessoas assassinadas por hora;

61.619 mortes violentas intencionais.

Leia mais no Anuário Brasileiro de Segurança Pública, 2017.

A violência no Brasil explicada por Sergio Adorno | Entrevista Completa. Nexo

Especialização em Psicologia Jurídica. PUC-Rio. 2018

A Psicologia Jurídica é um ramo da psicologia que vem sendo construído no Brasil há muito pouco tempo. Artigos científicos, teses e dissertações começam a ser produzidos, mas ainda há uma deficiência na formação acadêmica para dar conta dos novos campos de atuação que se desenvolvem na interface entre Psicologia e Direito. Cresce a demanda de participação do psicólogo em instituições de acolhimento, processos de adoção e reinserção familiar, perícia em Varas de Família, mediações de conflitos e no combate à violência doméstica. Faz-se necessário, portanto, uma constante atualização dos profissionais envolvidos na área, bem como a ampliação do espaço para a elaboração de pesquisas, de modo a contribuir na discussão dos limites e possibilidades do trabalho do psicólogo junto às instituições judiciárias.

Saiba mais: CCE/PUC-Rio

II Jornada do Curso de Especialização em Psicologia Jurídica (PUC-Rio)

Informações adicionais: Facebook

Inscrições: CCE/PUC-Rio