El renacimiento de Natalia Ponce de León. Resenha

Violência contra a mulher. Sobrevivência e seus desafios. Justiça e reparação.

A jornalista Martha Soto apresenta a luta de Natalia Ponce de León para sobreviver ao ataque com ácido que sofreu, quando tinha 33 anos.

Em março de 2014 um homem chegou à portaria do edifício onde vivia Natália e invocando o nome de um ex-namorado dela junto ao porteiro, acabou por convencê-la a descer.

Ao saudar o homem, Natália recebeu sobre o seu rosto, e por boa parte de seu corpo, 1 litro de ácido. Língua e traquéia também foram atingidos. Em um primeiro momento não se sabia quem teria sido o autor da ação violenta. Posteriormente, tendo havido essa identificação, verificou-se que não havia ligação efetiva entre o homem que desferiu o ataque e Natalia. Teria haviado no passado amigos comuns entre ambos, bem como problemas relativos aos cachorros de um de outro. Igualmente o homem uma vez chegou a ofendê-la publicamente. Esse homem era Jhonatan Vega Chávez.

A batalha de Natalia pela vida, o apoio recebido por familiares, amigos, médicos e desconhecidos, da Colômbia e do exterior, os procedimentos médicos, policiais e judiciais para cuidar de Natalia, identificar o culpado, capturá-lo e julgá-lo; os limites, as fraquezas e as excelências dos diferentes serviços voltados à vítima, tudo isso é descrito, acompanhado com fragmentos de entrevistas com Natália e com os demais envolvidos.

Dados sobre os ataques com ácido também são apresentados, tanto no plano internacional como no nacional. Sabe-se que Paquistão, Bangladesh e Colômbia apresentam números muito altos desse tipo de ataque, tendo o último país destaque especificamente quanto ao seu uso contra mulheres.

O livro não tem o intuito de realizar uma abordagem analítica do caso, mas o de apresentar as vozes de diferentes atores envolvidos na vida e na recuperação de Natália, bem como na busca de justiça pelo ocorrido. A criação de uma ONG voltada a essas vítimas e as alterações legais que se seguiram são consequências da mobilização que Natália suscitou.

A leitura deixa conhecer um pouco das inacreditáveis dificuldades enfrentadas por Natalia a fim de manter-se viva e do que se colocava a ela como possibilidades dali em diante.

Soto, M. (2015). El renacimiento de Natalia Ponce de León. Bogotá: Intermedio.

Publicado originalmente em Cartas do Litoral

Autor: jccoimbra

a reader, above all

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.