O CNJ e o depoimento judicial de crianças

O Conselho Nacional de Justiça informou em agosto que a procura pelos cursos relativos ao depoimento de crianças e adolescentes que ele promove tem sido muito expressiva, particularmente este ano. Ainda segundo o CNJ, as práticas de depoimento de crianças e adolescentes estariam instituídas em 23 estados do Brasil. Apesar do largo avanço dessas práticas, é possível que questões e objeções levantadas anteriormente pelo Conselho Federal de Psicologia e pelo Conselho Federal de Serviço Social continuem presentes. Muitas pesquisas estão sendo realizadas. No entanto, há pouca divulgação de dados oriundos dos próprios tribunais. Esses dados permitiriam uma melhor análise dos cenários nos quais o depoimento judicial de crianças e adolescentes ocorrem. Da mesma forma, eles permitiriam notar, eventualmente, o que tem mudado ao longo do tempo e as novas questões e problemas que o campo suscita.

No curso ‘As diversas faces da violência‘ o depoimento especial será abordado em pelo menos duas aulas.

Leia também:

Depoimento especial de crianças: um lugar entre proteção e responsabilização?

Para além da sala: a complexa desconstrução da cultura do estupro nos procedimentos e nas decisões judiciais

Anúncios

Autor: jccoimbra

a reader, above all

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s