Fora de Foco

Publicado por Flávia de Oliveira, O Globo, p. 40, 06.09.15:

[…]Brasil afora, são 11 milhões de servidores, 11% dos ocupados formais contabilizados pelo Ministério do Trabalho. É menos que a média dos países da OCDE (16%) e do Reino Unido (18%). Mas a distribuição é mal feita: faltam médicos e professores, sobram assessores parlamentares (26 por excelência, contra oito na França)[…]

[…]Na União, os servidores ativos somavam 951.585 em 1995, caíram para 873.447 dez anos depois, chegaram a 1,064 milhão em 2014, informa o coordenador do Crie, Marcos Cavalcanti. Desde 2005, os gastos com o funcionalismo saíram de 38,5% para 42,3% das despesas da União. Com a extinção de ministérios, pouco mudarão, porque o pessoal será remanejado, mas não dispensado[…]

[…]No levantamento do Crie, o que saltou aos olhos foi a mão de obra empregada em 47 cargos e funções de confiança e gratificações. O debate sobre cortes costuma se concentrar na categoria Direção de Assessoramento Superior (DAS), que soma 22.993 funcionários. Mas o pessoal gratificado e comissionado, apenas na União, chega a 99.234, segundo dados colhidos na Seção 5 do Boletim Estatístico do Ministério do Planejamento. Sem contar os 40.726 estagiários. “São cem mil cargos a serem preenchidos a cada novo governo. Nos EUA, são oito mil; na França e na Alemanha, 500. Além do número alto, as indicações são políticas, o que não garante eficiência”, diz Cavalcanti. Assim, reforma administrava séria depende menos do corte de servidores e mais da distribuição adequada de pessoal e do fim do loteamento […]

Leia a matéria completa.

 

Anúncios

Autor: jccoimbra

a reader, above all

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s