Dorrit Harazim e a prática de arrendamento de crianças na Suíça

O artigo de Dorrit Harazim em O Globo, 16.11.14, prima pela síntese e pela capacidade de nos apresentar essa história que poucos poderíamos imaginar.

Trata-se do acerto de contas que a Suíça precisaria realizar com seu passado, no qual “mais de 300 mil crianças pobres, órfãs ou consideradas fardo econômico, [foram] distribuídas compulsoriamente pelo Estado a famílias de agricultores, como mão de obra barata”.

Veja o artigo: Uma infâmia no passado da Suíça.

 

Anúncios

Autor: jccoimbra

a reader, above all

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s