Ainda sobre o ‘detector de mentiras’ e sua eficácia

Em 2010 republicamos aqui um post bastante interessante de Carlos Orsi, Estadão, acerca do fracasso do investimento britânico na tecnologia envolvida nos ‘detectores de mentiras’: http://bit.ly/1kywQUh

Agora, em 2014, várias matérias ocuparam os veículos de imprensa por conta da experiência dos ‘especialistas em veracidade’ e do uso de ‘detectores de mentiras’: http://glo.bo/Sfv3YL.

Parte desse material foi motivado pelos desdobramentos das investigações relacionadas ao assassinato do menino Bernardo, no Rio Grande do Sul: http://glo.bo/1kyx2Tx.

O uso desses recursos aparentemente não tem tido receptividade no meio jurídico.

Nas matérias indicadas, a menção à Psicologia é feita em termos da crítica a essa suposta tecnologia, particularmente tendo por base o trabalho do psicólogo David Lykkenhttp://amzn.to/1m6VTKi

 

 

 

 

Anúncios

Autor: jccoimbra

a reader, above all

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s