Identificado o 114o neto das Avós da Praça de Maio

A notícia foi publicada em diversos meios de comunicação: o neto de Estela de Carlotto, uma das Avós da Praça de Maio, foi identificado em agosto, na Argentina. Trata-se de Guido Miguel Carlotto, até então conhecido como Ignacio Hurban, o “Pacho”,  filho de Laura Carlotto, militante da Juventude Universitária Peronista, assassinada pelo regime.

Estima-se que cerca de 500 crianças foram colocadas para adoção de forma ilegal na Argentina durante o período 1966 – 1973. Esse período foi marcado pela prática de extermínio de oponentes e sequestro de seus filhos com a subsequente disponibilização ilegal para adoção. Esse quadro já foi mostrado em momentos distintos por diferentes filmes, tais como A História Oficial,  O dia em que não nasci e, de forma mais ampla, Condor. Ariel Palacios realiza uma excelente descrição do modus operandi da ditadura Argentina neste post de seu blog.

Um breve ensaio sobre adoções forçadas e práticas repressivas, não centrado no caso argentino, foi publicado por nós no Medium.

Veja também:

Cinema e Ditadura na Argentina 

Anúncios

Autor: jccoimbra

a reader, above all

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s