Próximo da Justiça e Distante do Direito: Um Estudo Num Juizado Especial Criminal do Rio de Janeiro, por Michel Lobo Toledo Lima

Resumo

No presente trabalho descrevo e analiso a administração de conflitos que chegam ao Juizado
Especial Criminal (JECrim). Por meio de pesquisa de campo, realizada de janeiro a outubro
de 2013, em um Juizado Especial Criminal de um município da Baixada Fluminense, foi
possível construir e analisar dados qualitativos e quantitativos que evidenciam contradições
entre os ideais proclamados do juizado e as práticas de seus operadores. Demonstro que
apesar do Juizado Especial Criminal ser uma política pública voltada para a democratização
do acesso a justiça, pautada na consensualidade como meio de resolução de conflitos, isso não
ocorre. Sua forma de administrar os conflitos da violência cotidiana acaba por limitar a
democratização da justiça e o exercício da cidadania, ao invés de ampliá-los, e vêm se
transformando em um ritual burocrático e sem sentido para o cidadão.

Leia a dissertação completa: http://bit.ly/1bo87zo

Anúncios

Autor: jccoimbra

a reader, above all

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s