II Simpósio do Intituto Sephora de Ensino e Pesquisa de Orientação Lacaniana

II SIMPÓSIO DO INSTITUTO SEPHORA DE ENSINO E PESQUISA DE ORIENTAÇÃO LACANIANA De perto ninguém é normal? Data: Sábado, dia 23 de junho/2012 Local: Auditório externo do Hospital Copa d’Or – Rio de Janeiro Valor da inscrição: R$ 50,00 –…

Anúncios


II SIMPÓSIO DO INSTITUTO SEPHORA DE ENSINO E PESQUISA DE ORIENTAÇÃO LACANIANA

De perto ninguém é normal?

Data: Sábado, dia 23 de junho/2012

Local: Auditório externo do Hospital Copa d’Or – Rio de Janeiro

Valor da inscrição: R$ 50,00 – inclui um brunch no intervalo entre 12:30 e 14h.

Informações: isepol.sephora@gmail.com

Programação

9h – Abertura

Presidente: Tania Coelho dos Santos

“Este papo já está qualquer coisa”[1]: ou o real e a realidade na experiência e na clínica psicanalítica

“O verdadeiro é dizer conforme a realidade A realidade, neste caso, é o que funciona, funciona verdadeiramente. Mas o que funciona verdadeiramente não tem nada a ver com o que designo como real” (Lacan, 2007, p.128).

9:30 – Mesa Redonda

“Carioca Não Gosta De Sinal Fechado?”[2]

Coordenadora: Marcela Decourt

Expositoras: Rachel Amin Freitas, Ana Carolina Duarte Lopes e Aline Benfica

11h – Mesa Redonda

“Quem é você? Diga logo que eu quero saber…”[3]

Coordenadora: Andrea Martello

Expositores: Rosa Guedes Lopes, Douglas Nunes Abreu, Roberta Balbino Troisgros

12:30 às 14h – Intervalo

Conversação sobre a psicanálise aplicada

14h: “Tudo que eu gosto é ilegal é imoral ou engorda”[4] – Clínica com a obesidade – Maria Cristina Antunes, Kátia Danemberg, Maria Luiza Caldas e Flávia Lana Oliveira

Debatedores: Fabiana De Souza E Valéria Wanda

15h: Fazendo o que neste disco? – A Clínica no hospital – Fernanda Saboya, Mariana Medrado, Flávia Costa

Debatedores: Kátia Nigri e Lúcia Cunha

16h: Quem ainda tem medo de lobo mau? – A clínica com a infância e a adolescência – Douglas Nunes De Abreu, Patrícia Matos, Fernanda Queiroz, Ana Cristina Cardoso e Elisa Bessa

Debatedores: Andrea Martello e Aline Benfica

17h: “Eu devia estar contente porque tenho um emprego…”[5] – Os sintomas do capitalismo – Lucia Helena Carvalho da Cunha e Jaqueline Silva

Debatedores: Erly Alexandrino e Valéria Wanda


[1] “Qualquer coisa”, Caetano Veloso.

[2] “Cariocas”, Adriana Calcanhoto.

[3] “Noite dos mascarados”, Chico Buarque de Holanda.

[4] “Ilegal, imoral ou engorda”, Roberto Carlos.

[5] “Ouro de tolo”, Raul Seixas.

Image003Image001Image002

Autor: jccoimbra

a reader, above all

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s